Imagens violentas passam a ser proibidas no Facebook

Atos de terrorismo, decapitações, abusos dos direitos humanos e outras imagens violentas serão eliminadas do Facebook. Uma fonte da rede social, divulgou a informação de que o objetivo da rede é ir ao encontro das pessoas que são contra a violência exibida nos videos ou em imagens, e que portanto, devem ter mais controlo sobre aquilo que vêem.

Há uma semana atrás, o Facebook proibia apenas vídeos que estivessem relacionados com atos sexuais, autorizando a divulgação de imagens controversas e violentas. Apesar de ter havido várias críticas a este assunto, a polémica ficou mais intensa quando um vídeo de uma mexicana decapitada foi publicado nesta rede social.

A partir de agora, o Facebook irá ter um controlo mais efetivo sobre os assuntos violentos, sendo removidos os que aprensentem violência excessiva, tendo esta decisão recebido elogios por parte de David Cameron, porta-voz da rede social, que disse no seu Twitter “Estou satisfeito pelo Facebook ter mudado a sua abordagem em relação aos vídeos de decapitações. A missão agora será garantir que a sua política seja robusta na proteção das crianças”.

Podem ler mais informações aqui.

Catarina Severino e Kawane Souza, 8ºF

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *